Rodada do Fachina

 

Estreia
O Coritiba entra em campo e no banco de reservas tem técnico novo. O jogo desse sábado, em casa, contra o América de Minas marca a estreia de Jorginho no comando alviverde. Já escrevi e repito: não posso afirmar que ele será o treinador até o final do ano, afinal o Coritiba não tem um projeto para futuro. Com essa direção, apenas resolve o problema do hoje e não pensa no amanhã. Porém, melhor que antigo treinador, certamente, ele será. Jorginho é mais qualificado, tem mais experiência e sua história no futebol é muito maior.
Para a partida desse sábado a necessidade é de vitória. É preciso quebrar, de qualquer jeito, a sequência de partidas sem ganhar. Não importante se vai ser jogando bem ou não. O Coritiba não pode deixar passar a chance de somar 3 pontos, sob pena de se afastar dos primeiros colocados. A diferença para o quarto colocado é de apenas 3 pontos, mas para o terceiro já são 7. O Coxa tem um jogo a menos, é verdade. Mas o momento ruim derrubou o time da vice-liderança para a nona posição. O adversário vem em ascensão e entrou na briga pra subir. Ou seja, não dá pra perder pontos jogando em casa, ainda mais contra um time que passou a ser concorrente direto.

Garantido
Com a garantia da diretoria de que será o técnico do Paraná, talvez até o final do ano, Matheus Costa precisa responder com seus comandados dentro de campo. O tricolor vai até Barueri enfrentar o Oeste e, se repetir o bom desempenho da partida diante da Ponte Preta, pode até trazer na bagagem um bom resultado. O time sofreu um gol no finalzinho no jogo com a Macaca, um castigo pra quem fez sua melhor partida na série b até aqui. Arrisco dizer que o Paraná jogou melhor do que na vitória contra o Coritiba no clássico do primeiro turno. Mas, não venceu.
O desempenho apareceu, agora é preciso resultado. Pra isso a equipe precisa ser mais atenta e madura. Não dá pra vacilar como fez no último jogo. O Oeste não perde em casa desde a décima sétima rodada, quando foi derrotado pelo Coritiba por 2 a 0. Porém, não deve ser um time que vai brigar pelo acesso. Portanto, se o Paraná quiser de fato estar os 4 melhores no final do campeonato, precisa pontuar em Barueri.

Rotina
Lógico que prever o que vai acontecer num jogo de futebol antes da bola rolar não é uma tarefa fácil. Pelo contrário. Mas, ao que tudo indica, o Athletico deve seguir sua rotina de vitórias dentro de casa na partida do final de semana contra a Chapecoense. Muitos fatores passados me dão a quase certeza de que o time de Tiago Nunes vai vencer a partida.
O primeiro deles é exatamente o local do jogo. Na Arena é o Athletico é muito forte. Provou isso no meio de semana ao virar com facilidade a partida com o Fortaleza. O segundo é que o jogo é bem parecido e o adversário também. A Chape vem pra enfrentar o Furacão assim como veio o Tricolor Cearense: na luta pra não cair. Por fim, a seriedade que o elenco está colocando em campo, mesmo após a conquista da Copa do Brasil. O discurso do treinador de jogar o brasileiro com o que tem de melhor e com a máxima disposição está sendo colocado em prática.

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter