Manipulação

Leandro Ribeiro, presidente do Rio Branco de Paranaguá, acusa ao Ministério Público jogadores do próprio clube de manipulação de resultados. A suspeita do dirigente é de que atletas do Rio Branco fizeram corpo mole e entregaram jogos no estadual. Gravíssima a acusação. Sem condenar e sem absolver ninguém antecipadamente, se ele tiver provas (não acredito que não tenha), é algo que pode mexer com o campeonato.

 

Tivemos outros exemplos. No Brasil, em 2005, foram jogadas 11 partidas novamente quando descobriram que um árbitro fazia parte de um esquema de manipulação. Na Itália a Juventus foi rebaixada e atletas banidos por 5 anos em outra situação. O Ministério Público precisa investigar e punir culpados, se houver. Se a acusação não for verídica, quem tem que responder é o presidente do Rio Branco. Na esfera esportiva o TJD precisa averiguar. Dois fatos pra lembrar: o Rio Branco tomou 23 gols nos últimos 6 jogos, mas é o time do presidente que atrasou salários também.

 

Grande abraço, MF.

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter