Clássico decisivo

Paraná e Coritiba fazem um jogo tenso e decisivo neste sábado. O clássico na Vila Capanema deve colocar o vencedor na rota do acesso e o perdedor em crise. Um empate, obviamente, é péssimo para ambos. Nada será definitivo, mas o jogo e o resultado da partida vão dizer muito sobre o que cada clube vai fazer no restante da temporada.

O Paraná precisa vencer também para quebrar a série de péssimos resultados dentro de casa. O time de Matheus Costa não vence na Vila desde a 9ª rodada quando bateu o líder Bragantino. Já são 7 jogos, com 6 empates e 1 derrota. 21 pontos jogados e apenas 6 conquistados. Muito pouco. São esses pontos perdidos como mandante que separam o time do G4 e o colocam no meio da tabela. Apesar de tudo, o tricolor ainda sonha com acesso. Algo que poucos acreditavam no início da competição. E é exatamente por isso que eu valorizo o trabalho do treinador paranista. Talvez, nem dentro do clube se imaginasse que o time poderia estar brigando por uma das quatro vagas de acesso. O elenco dado a ele não é dos melhores e, mesmo assim, resultados apareceram. Pelo menos, até o clássico desse de hoje, o Paraná pode pensar em acesso. Porém, se não ganhar, será Matheus Costa o mais pressionado. Mesmo com a garantia da diretoria do clube de que o trabalho será mantido, ele corre risco de demissão em caso de derrota para o rival.

Já no Coritiba o trabalho do técnico Jorginho está apenas no começo. O treinador será poupado em caso de derrota, afinal está apenas iniciando seu contato com o clube. Porém, os jogadores e a diretoria não devem escapar. A torcida já perdeu a paciência vendo um dos elencos mais caros da série B jogando mal e fora do G4. Diferente do Paraná, o Coxa entrou na competição com a obrigação de subir. Pelo investimento e por estar pelo segundo ano seguido na segunda divisão. Os erros foram muitos e, no futebol, eles custam caro. Nesse caso, o custo é estar no meio da tabela com um plantel que deveria estar brigando pela liderança. A rodada pode ser excelente para o Coritiba em caso de vitória, afinal vai entrar no G4. Porém, se perder, será ultrapassado pelo rival Paraná e ainda pode perder mais 3 posições dependendo dos demais resultados. Isso significaria terminar a rodada na 10ª posição.

A tendência é de um jogo muito disputado e nervoso. Mas, ao que tudo indica, os dois treinadores devem ter todos os principais jogadores disponíveis para a partida e isso acrescenta qualidade técnica.

Share this...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter